Dicas para o décimo terceiro salário: saiba como não entrar o ano endividada

O final do ano traz um certo alívio financeiro para muitas pessoas com a chegada do décimo terceiro salário. Além desse dinheiro extra, alguns trabalhadores também recebem bônus e gratificações. Isso ajuda a criar uma reserva financeira para as despesas futuras. Mas existe também a tentação de consumo com as festas de fim de ano, que pode deixá-la endividada.

Por isso, preparamos algumas dicas para o décimo terceiro salário, para que você comece o ano no azul. Continue a leitura e confira como investir o seu décimo terceiro salário da melhor maneira possível!

Use o décimo terceiro salário para liquidar as dívidas

A primeira de nossas dicas para o décimo terceiro salário é utilizá-lo para liquidar as dívidas.

Se você está usando o cheque especial, ou mesmo o rotativo do cartão de crédito, é aconselhável que use o décimo terceiro para liquidar essas dívidas.

Provavelmente, você já ouviu falar que essas duas modalidades de empréstimos são as mais caras do mercado financeiro. Segundo dados divulgados pelo Banco Central, no final de outubro, os juros médios do cheque especial estavam em 128,8% ao ano, enquanto o juros rotativo do cartão de crédito alcançou 343,6% no mesmo período. Por isso, sair dessas dívidas deve ser a sua principal prioridade, certo?

Se não conseguir liquidar as dívidas, tente renegociá-las

Aqui na ElasBank, a gente já falou sobre esse assunto, mas é sempre bom reforçar.

Se o seu décimo terceiro não foi suficiente para conseguir ficar no azul, tente mudar o perfil de suas dívidas mais caras. Por exemplo, negocie com seu gerente um empréstimo parcelado para cobrir o saldo negativo da conta e sair da bola de neve do cartão. Além de pagar juros mais baixos, você ganhará prazo nas parcelas, o que lhe dará mais fôlego financeiro. Só tenha cuidado para não entrar no negativo ou no rotativo enquanto estiver pagando o empréstimo!

Leia também: Empréstimo ou financiamento: você sabe a diferença entre ambos? (elasbank.com.br)

Forme uma reserva para cobrir as despesas do início do ano

Não podemos esquecer que o início do ano concentra vários gastos além daqueles que normalmente temos. IPTU, IPVA, matrículas e materiais escolares, férias da família, tudo isso exige um planejamento financeiro e o décimo terceiro pode dar uma boa ajuda nesse momento.

Então, depois de ter quitado as suas dívidas (ou, ao menos, parte delas), se sobrar dinheiro, aproveite e reforce a sua reserva de emergência. Isso lhe dará mais tranquilidade quando chegarem as tradicionais contas do primeiro trimestre.

Leia também: Reserva de emergência: o que é e qual a sua importância (elasbank.com.br)

Faça planos para o seu dinheiro

Se, depois de todos os passos acima, você conseguir fazer sobrar dinheiro, é hora de olhar um pouco mais à frente. Quais são os seus planos? Uma reforma na casa? Trocar de carro? Pagar um curso para os seus filhos? É importante colocar tudo isso em uma linha do tempo, para saber quanto dinheiro você precisará em cada um desses momentos.

Quanto mais distantes estiverem esses planos, mais chances você terá de rentabilizar o seu dinheiro. Ou seja, você pode procurar investimentos de prazos mais longos, que, normalmente, oferecem as melhores rentabilidades.

E então, o que achou de nossas dicas para o décimo terceiro salário? Aqui na ElasBank, você encontra diversas dicas sobre investimentos e planejamento financeiro. Acompanhe o nosso blog, e nos siga também nas redes sociais!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin