Confira 10 maneiras de guardar dinheiro!

Para auxiliar o seu planejamento financeiro, a ElasBank preparou dicas sobre 10 maneiras de guardar dinheiro. Continue a leitura e confira a seguir!

1 – Faça uma relação de todas as suas despesas

Para conseguir guardar dinheiro, o primeiro passo é fazer uma relação de todas as suas despesas.

Divida os seus custos em fixos (que ocorrem todo mês) e variáveis. Os gastos fixos são aqueles ligados às necessidades básicas, como alimentação, saúde, transporte, entre outros. Já os gastos variáveis são os relativos ao lazer e ao consumo de itens que não são de primeira necessidade e podem ser evitados se desejar.

Em relação aos primeiros, pouco você poderá fazer para reduzi-los, sem mudar o seu padrão de vida. Afinal, não há como controlar a alta da gasolina ou o preço do aluguel, certo? Por outro lado, há como administrar os gastos variáveis, seja reduzindo as compras em shoppings ou os passeios de fim de semana, por exemplo. É esse controle que fará com que você consiga guardar dinheiro.

2 – Se você tiver dívidas, tente reduzir os juros

Se você tiver algum financiamento bancário, ou estiver utilizando o cheque especial de forma rotineira, converse com o seu banco e avalie alternativas para substituir essas dívidas por modalidades com juros mais baixos. Essa é uma estratégia fundamental para o seu planejamento financeiro.

3 – Utilize o débito automático

Sabe aquelas contas do dia a dia, como energia, internet e várias outras que, eventualmente, se paga com atraso por puro esquecimento? Se você utiliza o débito automático, se livra da necessidade de controle e dos encargos por atraso que incidem sobre os pagamentos, o que também lhe ajuda a guardar dinheiro!

4 – Negocie descontos nas compras à vista

Se você precisa fazer uma compra de maior valor (como um imóvel, um carro ou, até mesmo, um eletrodoméstico mais caro) e possui os recursos para pagá-la à vista, tente negociar um bom desconto com o fornecedor. Essa é uma prática comum em diversos segmentos, que lhe ajuda a economizar. 

Normalmente, os valores dos descontos à vista são maiores do que o rendimento que você teria em muitas aplicações. Por isso, vale a pena tentar consegui-los.

5 – Pague o total da fatura do seu cartão de crédito!

Essa é uma das dicas mais importantes para que você consiga guardar dinheiro: nunca deixe de pagar toda a fatura do seu cartão de crédito!

Segundo dados do Banco Central, os juros do rotativo do cartão chegaram a 331,5% ao ano em julho de 2021. Esses são os encargos mais caros do mercado e, por isso, você deve evitá-los. Se, eventualmente, você não conseguir pagar toda a sua fatura, avalie tomar algum empréstimo pessoal para quitá-la. Além de mais barato, o empréstimo pessoal permite parcelamento, o que pode ser interessante para que você consiga ter mais fôlego para recompor o seu caixa.

6 – Reavalie os seus hábitos de consumo

Em tempos de inflação, é ainda mais importante você estar atenta aos seus hábitos de consumo se quiser guardar dinheiro. Você tem o hábito de experimentar marcas novas e mais baratas no supermercado? Ou de comparar os preços do seu plano de internet, celular, streaming e outras assinaturas com a concorrência? Ou ainda, substituir o tradicional restaurante dos finais de semana por uma tele-entrega ou mesmo por uma comida caseira com a família e amigos?

Esses são alguns exemplos de hábitos que devemos reavaliar constantemente. Pequenas mudanças podem provocar efeitos muito positivos em nosso orçamento.

7 – Faça compras em brechós

Você tem o hábito de fazer compras em brechós? Se não, saiba que está perdendo uma excelente oportunidade de guardar dinheiro adquirindo produtos de qualidade.

Uma matéria recente da Agência Brasil mostrou que, de acordo com levantamento do Sebrae, a abertura de estabelecimentos que vendem produtos usados cresceu 48,5% em junho de 2021 com relação ao período anterior de 2020. O efeito da pandemia e as preocupações com o meio ambiente também motivaram as pessoas a consumir itens de segunda mão.

Segundo o Sebrae, essa é uma tendência mundial, e ainda há muito espaço para o mercado de usados crescer por aqui. Inclusive, grandes varejistas estão investindo nesse setor, a exemplo da Renner, que adquiriu o brechó online Repassa, este ano. 

O mito dos usados de má qualidade está se desfazendo e pessoas famosas têm circulado pelas mídias sociais com ítens usados de ótima qualidade e beleza. Portanto, se você ainda não experimentou comprar em brechós, é hora de aderir ao movimento de preservação ambiental e começar. O seu bolso agradece!

8 – Troque a academia por exercícios em casa

A pandemia acabou afastando muitas pessoas das academias. Porém, isso não é desculpa para deixarmos de nos exercitar, certo? Ao fazer exercícios em casa, além de mais protegida, você também estará economizando.

9 – Se puder, leve a sua comida para o trabalho

Se você não aderiu ao home office, ou já voltou ao trabalho presencial, uma boa forma de economizar é levar a sua própria marmita.

10 – Envolva a sua família no orçamento doméstico

Por fim, é preciso que você envolva filhos (as), companheiro (a) e todos os familiares nas questões sobre orçamento doméstico. Assim, todos se sentirão engajados, será muito mais fácil estabelecer um planejamento financeiro e segui-lo com disciplina.

E então? Gostou de nossas dicas? Conte para a ElasBank: o que mais você costuma fazer para guardar dinheiro? Deixe abaixo os seus comentários e sugestões!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin