Pix Saque e Pix Troco: conheça as novas funcionalidades do Pix

Lançado em novembro de 2020, o Pix veio para agilizar e reduzir os custos das transações financeiras no Brasil. E agora, a partir de 29 de novembro de 2021, os usuários poderão contar com novas funcionalidades desse sistema: o Pix Saque e o Pix Troco.

Pix Saque e Pix Troco: como funcionam?

Para relembrar: o Pix é um sistema de transferência instantânea, criado para ser uma alternativa ao DOC, TED e outras formas de transferências financeiras.

Com esse sistema, é possível efetuar todas as transações financeiras em tempo real e ininterruptamente. Ou seja, o Pix funciona 24 horas, inclusive em fins de semana e feriados. Antes de sua adoção, isso só era possível entre clientes de uma mesma instituição financeira.

Para utilizar esse sistema, o cliente precisa somente ter uma chave Pix, cadastrada pela própria instituição financeira na qual tem conta. Normalmente, dados pessoais, como CPF, CNPJ, número de celular ou e-mail formam essa chave.

Ao todo, são permitidas até cinco chaves Pix para pessoas físicas e até 20 para pessoas jurídicas. Isso porque cada instituição financeira possui uma chave exclusiva. Ou seja, se você possui conta em mais de um banco, não poderá cadastrar o seu CPF como chave Pix em ambos. Nesse caso, precisará utilizar outro dado pessoal para mais de um cadastramento.

O objetivo do Pix Saque e do Pix Troco é usar a mesma tecnologia para reduzir a necessidade das pessoas de utilizarem caixas eletrônicos. A seguir, entenda como funcionará cada uma dessas modalidades.

Pix Saque

Tipicamente, os saques são feitos em caixas eletrônicos ou agências de banco. Comparado com a rede comercial geral do país, incluindo supermercados e outras lojas, a rede bancária é pequena. Nesse sentido, o Pix Saque serve para a retirada de dinheiro em espécie em todos os estabelecimentos: Ao chegar em pontos comerciais, como lojas, farmácias, lotéricas ou mesmo instituições financeiras, o cliente apontará a câmera do celular para um QR code ou para um aplicativo disponibilizado por esses locais. Nesse momento, fará a transferência do valor do saque para esses estabelecimentos, também chamados agentes do saque. Dessa forma, o cliente realizará o saque em espécie da quantia que transferiu ao estabelecimento.

Pix Troco

O objetivo do Pix Troco também é possibilitar a retirada de dinheiro por parte do cliente. A diferença é que ele estará associado a uma transação comercial.

Por exemplo, você chegou em uma loja para comprar determinada mercadoria. Ao realizar o pagamento via Pix, você pagará ao lojista um valor superior ao do item comprado. Logo após, receberá o troco em dinheiro vivo.

Limites e custos das transações

Tanto no Pix Saque quanto no Pix Troco, os valores das transações são limitados a R$ 500 durante o dia e a R$ 100 das 20h até as 6h do dia seguinte. No entanto, os agentes do saque podem atribuir limites mais baixos, de acordo com a sua conveniência. Nesse sentido, os agentes também têm liberdade para definir os horários nos quais os serviços serão disponibilizados ao público.

Em relação aos custos, pessoas físicas e Microempreendedores Individuais (MEI) terão direito a um número máximo de oito transações mensais gratuitas. Após a oitava transação, o banco poderá cobrar uma taxa, nunca superior à praticada nos saques convencionais.

Já as outras categorias de pessoas jurídicas podem ser tarifadas desde a primeira transação por esses serviços. Isso ficará a critério de cada instituição financeira.

Quem irá oferecer esses serviços?

O estabelecimento comercial que desejar aderir aos serviços precisará procurar a instituição financeira na qual tem conta e solicitar que sejam disponibilizados. Se o local já utilizar o Pix, basta somente um ajuste contratual para ofertar as duas novas modalidades.

É importante saber que, mesmo que o estabelecimento ofereça o Pix como meio de pagamento, ele não está obrigado a oferecer o Pix Saque ou o Pix Troco. E, também, pode ser oferecida somente uma das modalidades, a critério de cada estabelecimento conveniado.

De acordo com o Banco Central, haverá remuneração para os agentes do saque. Dependendo da negociação com a instituição financeira, as tarifas pelo Pix Saque e Pix Troco podem variar entre R$ 0,25 e R$ 0,95 por transação.

Benefícios das novas funcionalidades do Pix

Se você já utiliza um banco digital, terá mais uma forma de realizar saques de sua conta-corrente. Por outro lado, se você é uma empreendedora e possui um estabelecimento aberto ao público, a taxa que o banco pagar poderá ser mais uma fonte de receita para a sua atividade.

E você sabia que na Conta ElasBank encontra todas as formas de transferência de dinheiro?  Clique aqui para abrir a sua conta e fazer parte do primeiro banco digital feito especialmente para mulheres!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin